domingo, 25 de janeiro de 2009

O telefone tocou, do nada.

E tem a ruiva mais complicada que Maquiavel, que na verdade é uma criança perdida tentando desesperadamente se encaixar e pesquisando jargões de direito pra me mandar tomar no cu com palavras "bonitas". A carta é de 10 de dezembro. Abri ontem! Li e ri. I mean... Choquei, fiquei meio triste, mas poxa! Engraçado demais, sério! Talvez seja porque todo mundo avisou: "Anna, essa menina é maluca..." e no fundo eu sabia, entende?! Mas fui deixando. Não deixo mais, também.

Tem o Joel, o Jim Carey. O mundo dá IN-FI-NI-TAS voltas, a gente sempre acaba se esbarrando de tempos em tempos, mas eu ainda acho que I'm never gonna find that "peace of mind" thing. Não importa quantas tintas de cabelo, quantos fretes inúteis de móveis pra lá e pra cá, quantas canetas de tecido, quantas passagens de ônibus, quantos segredos, quantos não segredos. Eu escolhi e, com meu medo desenraizar, fiquei aqui. Desculpa, não devia ter te feito parar com os bilhetes no armário.

Tem aquele blog que adoro tanto. Eu leio e tenho vontade de sair escrevendo palavrões, uma vontade inconsciente de ser igual a ela quando eu crescer. Ou agora. Agora seria melhor. Cheia de respostas. Ou mais perguntas...

Voltando aos palavrões e a todas as coisas que escrevo e ninguém nunca entende: eu queria saber o que senhoras católicas fazem às 4 da manhã numa festa à fantasia. Mas na hora não tive essa sagacidade.

No fim, o fato é que eu nunca vi Chasing Amy. Sabe o nome disso?
IRONIA.

4 comentários:

Iracema disse...

A ruiva é quem eu to pensando? Aquilo não foi pessoa que você arrumou, não amiga, foi encosto.

Você tá brava com alguém e eu queria saber porque eu sou curiosa.

Te amo.

Click disse...

Não precisa agradecer. Foi um gosto para mim achar isso aqui do nada.

Yoshimi disse...

não entendi muito esse. pensamentos cortados q eu ainda não acompanhei.

10 de dezembro sou eu, it doesn´t matter de quem vc falava de verdade.
:)

;*

Isabella Descontínua disse...

Anna, meu post de hoje é em sua homenagem! ;)
Adoro o seu blog!