sexta-feira, 18 de abril de 2008

Crise

A internet tá cheia de piadas prontas, notícias chocantes, coisas pra se falar a respeito. Aliás, não só a internet, né? Tv, jornais, revistas... enfim. E eu queria ter a desenvoltura necessária pra chegar aqui e falar falar falar sobre tudo; ou sobre nada tambem, tanto faz. Acho blogar uma atividade digníssima! Não é atoa que bato cartão em pelo menos uns 20 blogs rede à fora. Mas eu... eu não consigo, não. Uma desgraça isso. Nunca acho que nada que eu escrevi tá legal o bastante, bem escrito o bastante, pertinente o bastante, atraente o bastante... (sim, porque eu confesso: escrever pra mim não me basta.) E aí eu seguro a setinha pra trás e lá se foi o disco voador tudo o que eu queria falar.

E ó que eu queria falar muita coisa, viu? Eu queria falar que a tv aberta anda melhorando (aos poucos, mas anda) que eu acredito no Roberto Cabrini, que eu acho revoltante o caso da Isabella mas que não aguento mais ouvir falar nisso, que a Ana Maria Braga é irritantemente gaga e robotizada, que o sistema de saúde no Brasil é realmente uma vergonha, que o correio brasiliense é um puta de um jornal legal, que eu detesto quando o ônibus passa e não abre a porta (por causa dessa desgraça de roleta nova que atrasa a vida das pessoas, faz todo mundo ficar acumulado na porta de entrada e dá a impressão de ônibus lotado)... aff!

Essa crise existencial momentânea não tem a ver com o ibope do meu blog, tem a ver com o curso que eu escolhi. Sempre fui a rainha das redações (mesmo que só na minha cabeça), e agora que escolhi um caminho onde isso mais faria diferença, não tenho tido segurança suficiente pra produzir NADA. Travei. Por que será? No pc, na aula, na vida. Será que eu descobri que eu gosto MUITO mais de ler do que de escrever, e não o contrário? Medo de crítica/ferro eu sei que não é...

Ahhhh, enfim, aproveitemos a sexta-feira. Pensarei nisso terça (que vai ser a segunda-feira da semana que vem). E que venha o feriado, a bebida, os amigos e a taça rio! o/

2 comentários:

Ira disse...

Sempre que vejo a Isabella eu choro. Hoje eu chorei umas 10 vezes (mentira, foram 2). Acho que você tem problemas em descobrir o que você realmente quer pra sua vida. Eu também sempre fui a rainha da redação ;x.

Não acredito no Roberto Cabrini, aliás ultimamente eu não acredito em quase ninguém.

É difícil escrever sobre coisas que vão além da nossa compreensão. Fica a dica.

Saudade, porra ;~

Alice D. disse...

pra mim, vc continua
sendo a rainha da redação.