quinta-feira, 3 de abril de 2008

Pára-choque de Caminhão

(ou não.)

"Nossa vida é como uma comédia: ninguém repara se foi longa, e sim se foi bem representada."
Gostei. (:

7 comentários:

Vivianne Soares disse...

pronto!
então começa aí que vou acompanhando daqui!
boa sorte!
;)

Ira disse...

Eu também gostei.
Eu adoro ler para-choque de caminhão na estrada. Na verdade, eu invento corridas imaginárias... tá, parei no tempo, não tenho 20 anos.

Não esquece de me ligar (ai que chata você, Ira).

Te amo, amiga.

Ana Fontes disse...

Sobre o barulho do Bahamas... Eu também escuto!!! Nossa! Agora meus problemas de loucura noturna acabaram! Eu não sabia de onde vinha mais esse som! Rs!
Não se esqueça que aqui na frente eu tenho a Cesama e todos os seus peões e caminhões às seis da matina! Todo dia! Rs!
Mas essa história de barulho do mundo é uma viagem minha mesmo... Eu precisava falar sobre isso! Hahahahah!
Beijos e bom dia!

Manuella Castro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Manuella Castro disse...

Oi Ana!
Adorei o seu tb, super interessante!

=)

Yoshimi disse...

concordo com isso também... acho que a vida acaba sendo uma grande representação e vários semióticos já diziam isso mesmo... as coisas perdem o seu toque de realidade se tornando apenas representações do que poderia ser... nao sei, viajei, dei pala né, acho que nao tem nada a ver com o que a frase queria dizer, mas você viu que estou numa fase de ficar viajando em tudo hahaha

anyway, já é sexta! :DD
e ahgora entao?
uauhauhauh
beijao querida

Alice D. disse...

não sei se concordo