quarta-feira, 9 de abril de 2008

Mesmas iniciais.

Adam Duritz é o dono da voz que eu mais tenho ouvido no último mês. E acontece de ser também um dos moços mais geniais de quem já tive notícia.

A poesia dele é algo totalmente novo e sutil. Alguém que consegue fazer todo o prosaicismo do mundo parecer tão suave e bonito (e tão poético quanto não deveria ser) merece TODA a minha admiração, ok?

Quero esses moços no Brasil! (...) Mentira, quero ter TEMPO pra sair do Brasil e ir ver esses moços!



(Ainda bem que sonhar é de graça).

3 comentários:

Ana Fontes disse...

Ainda bem! Hahahahahaha!

P.S. Sonhei com a D. Emiliana me dando um shampoo! Kkkkkkkkkkkkkkkk

Ira disse...

É de graça mesmo ;~~
Esses dias me deu saudade de ouvir CC ;~
;*

sapo cururu disse...

eu tb sou um poeta.